ALGUMAS QUESTÕES SOBRE SEGURANÇA PRIVADA

QUAIS SÃO OS TIPOS DE SERVIÇOS QUE AS EMPRESAS DE VIGILÂNCIA PODEM PRESTAR?
Vigilância Patrimonial, Transporte de Valores, Segurança Pessoal Privada e Escolta Armada.


AS EMPRESAS DE VIGILÂNCIA PRECISAM DE ALGUMA AUTORIZAÇÃO PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TRANSPORTE DE VALORES?
Sim. A partir do momento em que estiver autorizada a prestar tal serviço passará para a categoria de Empresa de Vigilância e Transporte de Valores.


QUAIS SÃO OS REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA FORMALIZAÇÃO DO PROCESSO DE AUTORIZAÇÃO PARA O EXERCÍCIO DA SEGURANÇA PRIVADA?
Autorização de funcionamento expedida pelo Departamento de Polícia Federal, infra-estrutura mínima para o desempenho de suas atividades, também a parte de recursos humanos, recursos financeiros e instalações adequadas.


QUAL O NÚMERO MÍNIMO DE VIGILANTES PREVISTOS PARA A AUTORIZAÇÃO DA EMPRESA DE VIGILÂNCIA EM CADA UMA DE SUAS CATEGORIAS?
:: Empresa de Vigilância: 30 (trinta) vigilantes, (Art. 7o. da Port. 992/95);
:: Escolta Armada: 08 (oito) vigilantes, (Inc. V do Art. 46 da Port. 992/95);
:: Segurança Pessoal Privada: 12 (doze) vigilantes, (Inc. III, do Art. 39 da Port. 992/95).


QUAIS SÃO AS INSTALAÇÕES ADEQUADAS EXIGIDAS PARA A AUTORIZAÇÃO DA EMPRESA DE VIGILÂNCIA?
Engloba tanto a parte física do imóvel, onde será estabelecida a empres de segurança, como também seus equipamentos e o material mínimo necessário para o desempenho da atividade de segurança privada.


QUAIS SÃO AS CONDIÇÕES ESPECÍFICAS PARA O EXERCÍCIO DE ESCOLTA ARMADA INTERESTADUAL?
Tais condições são as previstas no Art. 48 da Port. 992/95:
a) Estar autorizado a funcionar na Unidade da Federação onde se inicia o serviço;
b) Comunicar previamente aos órgãos do DEF e às Secretarias de Segurança Pública das Unidades Federadas, onde a escolta armada irá transitar, mencionando os seguintes dados:
1:: Nome e endereço da empresa Contratada;
2:: Nome e endereço da empresa Contratante;
3:: Número da Portaria de autorização para funcionamento;
4:: Qualificação dos vigilantes empenhados no serviço;
5:: Dados de identificação do veículo;
6:: Relação pormenorizada das armas utilizadas.


QUAL O PONTO DIFERENCIADO ENTRE OS PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS EMPRESAS DE VIGILÂNCIA EM CADA UMA DE SUAS CATEGORIAS?
a) Para a empresa de Vigilância: deverá ser juntada toda documentação exigida, requerer e protocolar toda a documentação junto aos órgãos competentes, conforme comprovação descrita no item 8.2.3;
b) Para atividade de Vigilância e Transporte de Valores: Conforme previsão do Parág. 1o. do Art. 10, da Lei 7.102/83, deverá ser adequada as instalações de acordo com a nova atividade, material e equipamento necessário;
c) Para Escolta Armada: deverá ser respeitado os requisitos descritos e exigidos pela Legislação nos Arts.10 e 33 da Port. 992/95.


QUAIS SÃO AS ARMAS AUTORIZADAS PARA O EXERCÍCIO OU ATIVIDADE DE VIGILÂNCIA?
Além do Revólver Cal. 38 de acordo com o Parág. 2o. do Art. 50 da Port. N. 992 e Parág. Único do Art. 22 do Dec. N. 89.056, podem ser:
- car. cal. 38;
- esp. cal. 12;
- esp. cal. 16;
- esp. cal. 20;
- pist. utt 380;
- pist. ut 7,65 mm, enquanto que as armas utilizadas para segurança de pessoas físicas, de acordo com o Parág. 4o. do Art. 50 da Port. N.992/95, são:
- pist. aut. 380;
- pist. aut. 7,65.

QUAL O ESTOQUE MÁXIMO DE MUNIÇÃO AUTORIZADO PARA AS EMPRESAS DE VIGILÂNCIA?
Prevê o Art. 56 da Port. 992/95, que o estoque máximo de munição será o equivalente a duas cargas para cada arma que possuir, de acordo com o calibre das mesmas.

QUAL O PROCEDIMENTO UTILIZADO PARA A AQUISIÇÃO DE ARMAS E MUNIÇÕES PARA AS EMPRESAS DE VIGILÂNCIA?
A empresa deverá formalizar um processo específico que atenda todas as exigências legais de acordo com o Art. 50 da Port. 992/95.


Leia mais sobre segurança pública e privada no Blog do GT SEGURANÇA

Comentários

  1. quero saber mais sobre revista pessoal

    ResponderExcluir
  2. manda para mim questôes que falem sobre revista pessoal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preciso que me envie seu nome e e-mail meu amigo.
      Abraços.

      Excluir
  3. Sr. Wesley

    Tudo bem, Meu nome é Mário, sou da área de segurança patrimonial e estou a procura de um "esqueleto" ou os principais tópicos para montagem básico de uma Análise de Risco.

    Agradeço antecipadamente.

    mariolcruz11@gmail.com

    Mario Cruz
    11 24665738
    11 998133429

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mário, boa noite.
      Desculpe, ando bastante atarefado ultimamente não tenho acompanhado o blog como gostaria.
      Vou levantar um pouco do material que possuo e lhe enviar.
      Abraços...

      Excluir
    2. Para começar, acesse:
      https://pt.surveymonkey.com/results/SM-TRWNMKYM/summary/?debug=true

      Excluir
  4. https://gruposvfsegurancaeservicos.blogspot.com.br/
    ESTAMOS A 16 ANOS PRESTANDO UM EXCELENTE SERVIÇOS
    PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E LIMPEZA
    muito bom o seu videos

    ResponderExcluir


  5. Vagner ribeiro dos santos
    boa noite!,quero ser um profissional,preciso de algumas dicas.

    ResponderExcluir
  6. como que eu faço para ser um profissional de elite,preciso de algumas dicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ribeiro, boa tarde.
      Não há segredo, busque por empresas especializadas em cursos na área de seu interesse, também leia bastante (há uma quantidade farta de material didático disponível, tanto em livros quanto na internet), por fim, há também cursos de graduação e pós-graduação que poderão elevar ainda mais seu nível de conhecimento.
      Quanto aos cursos, comece com os básicos de vigilância, segurança de valores (bancária, carro forte e escolta), segurança vip e de dignatários. Um bom curso de defesa pessoal, preferencialmente Krav Maga.
      Cursos de dois anos (tecnólogo) em segurança pública são muito bons, pois além de abordar questões específicas de segurança e Administração ainda abordam matérias do Direito, como Penal, Processual Penal e CLT.
      Espero ter ajudado.
      Abraços.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

FUNÇÕES DO SETOR PÚBLICO

CONCEITOS: CAPITALISMO, SOCIALISMO, COMUNISMO E ANARQUISMO