Postagens

Mostrando postagens de 2010

Nova Fiat Strada Cabine Dupla 2010

Imagem
A Fiat acaba de lançar oficialmente a Strada Cabine Dupla, 2010 – e junto com o lançamento foram liberadas mais fotos. A versão cabine dupla só está disponível na versão de acabamento Adventure, e custa (básica) cerca de 46 mil reais. Tem somente 4 lugares, e a capacidade da caçamba foi reduzida de 830 para 580 litros, e a cabine aumentou cerca de 20cm em relação a versão estendida – Confira fotos do interior na extensão da postagem.

A Fiat, montadora italiana apresentou a Strada Adventure com cabine dupla e capacidade para transportar quatro pessoas. Desde 1999, quando lançou a Palio Adventure, a marca firmou-se diante da concorrência como a fábrica que mais entende do riscado. A Volkswagen e a Ford, respectivamente com CrossFox e EcoSport, enfrentam como podem a família Adventure, composta por Idea, PalioWeekend, Doblò e Strada. A escola francesa (Citroën C3 XTR, Peugeot 207 Escapade e Renault Sandero Stepway), por sua vez, não passa de coadjuvante nesse lucrativo segmento de carros …

OS COMUNISTAS QUEREM ACABAR COM A FAMÍLIA E COM A EDUCAÇÃO

Sempre há alguém pronto para falar do comunista "comedor de criancinha". Ao ouvir isso, não deixe de indagar se uma família pode viver com o salário mínimo, o pai e mãe desempregados e uma moradia sem fornecimento de água e luz. E se uma criança pode ser educada para a vida numa escola pública abandonada pelo governo, que finge que paga aos professores e funcionários. Na sociedade capitalista a educação é, ela própria, um comércio, uma atividade lucrativa.

CONCEITOS: CAPITALISMO, SOCIALISMO, COMUNISMO E ANARQUISMO

O capitalismo teve seu início na Europa e suas características aparecem desde a baixa idade média, do século XI ao XV, com a transferência do centro da vida econômica social e política dos feudos para a cidade.
A partir da segunda metade do século XVIII, com a Revolução Industrial, inicia-se um processo ininterrupto de produção coletiva em massa, geração de lucro e acúmulo de capital. Na Europa Ocidental a burguesia assumiu o controle econômico e político. As sociedades foram superando os tradicionais critérios da aristocracia e a força do capital se impôs.
Surgiram as primeiras teorias econômicas: a fisiocracia e o liberalismo.
Na Inglaterra, o escocês Adam Smith (1723-1790), foi o precursor do liberalismo econômico. Publicou "Uma Investigação sobre Naturezas e Causas da Riqueza das Nações", defendendo a livre iniciativa e a não-interferência do Estado na economia.
SOCIALISMO
Socialistas Utópicos e socialistas Científicos. Este início foi marcado pela introdução das idéias de Ma…

KARL MARX e ENGELS - A LUTA DE CLASSES, O DISCURSO SOBRE A AÇÃO POLÍTICA DA CLASSE OPERÁRIA E A IDEOLOGIA ALEMÃ

A teoria marxista também procura explicar a evolução das relações econômicas nas sociedades humanas ao longo do processo histórico. Segundo a concepção marxista, uma permanente dialética das forças entre poderosos e fracos, opressores e oprimidos, a história da humanidade seria constituída por uma permanente luta de classes, como deixa bem claro a primeira frase do primeiro capítulo d'O Manifesto Comunista: A história de toda sociedade passado é a história da luta de classes.
Para Engels são "os produtos das relações econômicas de sua época". Apesar das diversidades aparentes, escravidão, servidão e capitalismo seriam essencialmente etapas sucessivas de um processo único. A base da sociedade é a produção econômica. Marx queria a inversão da pirâmide social, pondo no poder a maioria, os proletários.
Para Marx os trabalhadores estariam dominados pela ideologia da classe dominante. Quanto mais o mundo se unifica economicamente mais ele necessita de socialismo.
Não basta existi…

LIVRO: ESPAÇO URBANO E CRIMINALIDADE - LIÇÕES DA ESCOLA DE CHICAGO

AUTOR: Wagner Cinelli de Paula Freitas EDITORA: Método
1. Efeitos da industrialização nas cidades; 2. A cidade de Chicago; 3. A escola de Chicago; 4. Teorias Socioeconômicas da Cidade; 5. Teoria Ecológica: Vida após a crítica; 6. Análise das cidades Brasileiras pela ótica dos sociólogos de Chicago; 7. Conclusão.
Pg. 12 - PREFÁCIO Nos últimos trinta anos, entretanto, tem surgido um sentimento crescente de que explicações gerais não oferecem soluções práticas para o controle da degradação do espaço urbano, nem para o aumento dos índices da criminalidade.
O renovado interesse pelo pragmatismo americano é fruto da certeza tanto de que práticas jurídicas e políticas públicas precisam de mudanças profundas em sua estrutura interna, quanto de que as grandes narrativas, sobre a natureza humana ou sobre os rumos da civilização ocidental, não nos deram instrumentos para resolver os problemas concretos que minaram as utopias de uma geração.
Pg. 13 O crime não é resultado de má índole, de fatores biológ…