Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2010

OS COMUNISTAS QUEREM ACABAR COM A FAMÍLIA E COM A EDUCAÇÃO

Sempre há alguém pronto para falar do comunista "comedor de criancinha". Ao ouvir isso, não deixe de indagar se uma família pode viver com o salário mínimo, o pai e mãe desempregados e uma moradia sem fornecimento de água e luz. E se uma criança pode ser educada para a vida numa escola pública abandonada pelo governo, que finge que paga aos professores e funcionários. Na sociedade capitalista a educação é, ela própria, um comércio, uma atividade lucrativa.

CONCEITOS: CAPITALISMO, SOCIALISMO, COMUNISMO E ANARQUISMO

O capitalismo teve seu início na Europa e suas características aparecem desde a baixa idade média, do século XI ao XV, com a transferência do centro da vida econômica social e política dos feudos para a cidade.
A partir da segunda metade do século XVIII, com a Revolução Industrial, inicia-se um processo ininterrupto de produção coletiva em massa, geração de lucro e acúmulo de capital. Na Europa Ocidental a burguesia assumiu o controle econômico e político. As sociedades foram superando os tradicionais critérios da aristocracia e a força do capital se impôs.
Surgiram as primeiras teorias econômicas: a fisiocracia e o liberalismo.
Na Inglaterra, o escocês Adam Smith (1723-1790), foi o precursor do liberalismo econômico. Publicou "Uma Investigação sobre Naturezas e Causas da Riqueza das Nações", defendendo a livre iniciativa e a não-interferência do Estado na economia.
SOCIALISMO
Socialistas Utópicos e socialistas Científicos. Este início foi marcado pela introdução das idéias de Ma…

KARL MARX e ENGELS - A LUTA DE CLASSES, O DISCURSO SOBRE A AÇÃO POLÍTICA DA CLASSE OPERÁRIA E A IDEOLOGIA ALEMÃ

A teoria marxista também procura explicar a evolução das relações econômicas nas sociedades humanas ao longo do processo histórico. Segundo a concepção marxista, uma permanente dialética das forças entre poderosos e fracos, opressores e oprimidos, a história da humanidade seria constituída por uma permanente luta de classes, como deixa bem claro a primeira frase do primeiro capítulo d'O Manifesto Comunista: A história de toda sociedade passado é a história da luta de classes.
Para Engels são "os produtos das relações econômicas de sua época". Apesar das diversidades aparentes, escravidão, servidão e capitalismo seriam essencialmente etapas sucessivas de um processo único. A base da sociedade é a produção econômica. Marx queria a inversão da pirâmide social, pondo no poder a maioria, os proletários.
Para Marx os trabalhadores estariam dominados pela ideologia da classe dominante. Quanto mais o mundo se unifica economicamente mais ele necessita de socialismo.
Não basta existi…