Motos mais roubadas e furtadas do País

Hornet continua sendo a mais visada, seguida da XT 660

As motos Honda CB600, Yamaha XT660 e Honda CB300 foram as mais roubadas e furtadas no primeiro semestre de 2013 no Brasil. Quem afirma é o Grupo Tracker, empresa de rastreamento.
"Nosso índice de recuperação no segmento motos está em 95%. Só nesse período, o Grupo Tracker evitou um prejuízo de R$1.639.368", explica o diretor Nacional de Operações, Carlos Alberto Betancur.
Os eventos, segundo a empresa, aconteceram principalmente nas cidades de São Paulo (77%), Diadema (6%), São Bernardo do Campo (4%), Ferraz de Vasconcelos (3%) e Rio de Janeiro (3%).
Confira o ranking de roubos e furtos:
1º Honda CB600                                  19,7%
2º Yamaha XT66                                   12,1%
3º Honda CB300                                    9,1%
4º Kawasaki Z750                                  7,6%
5º Honda CBR600                                  6,1%
6º Honda Falcon                                      6,1%
7º Yamaha Fazer                                     6,1%
8º Honda CBR1000                                4,5%
9º Yamaha R1                                          4,5%
10º Honda CG150                                  3,1%
11º Suzuki Bandit 650                             3,1%
12º Suzuki GSX R1000                           3,1%
13º Yamaha XJ6N                                    3,1%
14º Yamaha YZFR6                                  3,1%
15º BMW S1000RR                                 1,5%
16º Honda CB1000                                 1,5%
17º Honda CBR900                                 1,5%
18º Honda CBX250                                 1,5%
19º Kasinski GT250                                 1,5%
20º Kawasaki 250R                                 1,5%

Como pode ser visto acima a Honda CB 600, a Yamaha XT 660 e a Honda CB 300 foram os modelos mais roubados no primeiro semestre de 2013. Juntos, os três modelos representaram 40,9% de todas as ocorrências registradas no segmento nos seis primeiros meses do ano (referente apenas aos segurados da empresa).

Obs: Os números acima refletem apenas as ocorrências com motocicletas de clientes da empresa rastreadora que expediu as estatísticas, não valendo como universo das motos roubadas ou furtadas nas cidades citadas.
Fonte: Grupo Tracker e Estadão

Abaixo, as motos mais roubadas até novembro de 2013, segundo dados do Denatran, divulgados no G1:


10 motos mais roubadas no Brasil até novembro
Lista de seguradoras considera números do Denatran.
Modelos mais vendidos no país, Honda CG 150 e CG 125 lideram ranking.

A Confederação Nacional das Empresas de Seguros (CNseg) listou, a pedido do G1, as motos mais roubadas ou furtadas no Brasil de janeiro a novembro deste ano. Para estabelecer o ranking, a entidade se baseia no banco de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

Segundo as seguradoras, foram registrados, no total, 73.128 casos envolvendo motos nos primeiros 11 meses do ano. O número mais atualizado da frota brasileira, segundo o Denatran, é de setembro, quando circulavam 16.598.024 motocicletas registradas.

A ordem da lista das mais roubadas leva em conta apenas o número de casos, sem considerar a frota de cada veículo para gerar um ranqueamento proporcional. Assim, a Honda CG 125 e a CG 150, duas das motocicletas mais vendidas no Brasil, aparecem sempre no topo.

A Honda domina a lista das dez mais (veja abaixo) porque é a marca que domina o mercado -de acordo com números da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave, 79,6% das motos vendidas de janeiro a novembro são dela.

DEZ MOTOS MAIS ROUBADAS NO BRASIL *de janeiro a novembro 2013

modelo                                                          número de casos

Honda CG 125                                                          20.875
Honda CG 150                                                          11.513
Honda CBX                                                                 6.277
Honda NXR 150                                                          5.000
Honda C100                                                                 4.639
Honda Biz                                                                     4.014
Yamaha YBR                                                                3.881
Yamaha Fazer                                                               2.332
Honda XR                                                                    1.833
Honda NX-4                                                                1.793

Fonte: Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg)

Os casos de roubos e furtos de motos esportivas e de luxo têm ganhado destaque na imprensa. Na última quinta-feira (29), um casal que viajava com uma Honda CBR 1000 RR foi morto a tiros após tentativa de assalto na Avenida dos Bandeirantes, em São Paulo. A polícia civil considera essa como uma das vias mais visadas pelos ladrões de motos na cidade
Fonte: G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FUNÇÕES DO SETOR PÚBLICO

CONCEITOS: CAPITALISMO, SOCIALISMO, COMUNISMO E ANARQUISMO

ALGUMAS QUESTÕES SOBRE SEGURANÇA PRIVADA