Deputado Federal Claudio Cajado apresentou na terça-feira, 04/06, seu tão aguardado relatório a respeito do Projeto de Lei 3722 de 2012

Como o Deputado já havia sinalizado sua simpatia pelo projeto, estávamos confiantes que ele votaria pela aprovação do PL sem fazer grandes ressalvas e ajustes no texto original, e conforme esperado, o relatório foi pela aprovação. No entanto, surpreendeu a todos o fato de que o relatório praticamente reescreveu o projeto original, desvirtuando-o completamente.
As principais mudanças são as seguintes:
  1. O registro das armas armas, que pela proposta não expiraria nunca, passaria a expirar a cada 5 anos.
  2. O cidadão seguiria podendo comprar armas apenas a partir dos 25 anos de idade. Pela proposta, esta idade seria reduzida para 21 anos.
  3. O porte de arma só poderia ser obtido por quem já possuísse arma por pelo menos 5 anos, o que limitaria que apenas pessoas com mais de 30 anos possam portar armas.
  4. Armas de pressão, Airsoft, e Teasers (armas de choque elétrico) agora devem ser registradas (hoje não há nenhum tipo de registro). A idade mínima para aquisição deste tipo de artefato passa a ser 25 anos (hoje é 18) e cada pessoa só poderia ter até 3 armas deste tipo (hoje não há limite).
  5. O limite de compra de munições passa a ser de 50 por arma e por mês, mas a partir da terceira compra, será obrigatória a entrega dos cartuchos vazios.
  6. Policiais militares, civis e bombeiros militares só terão porte estadual e não poderão levar suas armas caso saiam do estado. O porte de arma civil também seria estadual.
  7. A Polícia Federal continuará responsável por todas as autorizações de compra, registro e portes. A proposta passaria este trabalho para as policias civis dos estados.
  8. Juizes e promotores passariam a poder ter apenas armas de calibre permitido. Hoje eles já têm o direito de possuir armas no calibre .40 (que é restrito).
  9. Fica proibida a comercialização de armas de brinquedo de qualquer tipo.
Estamos profundamente decepcionados com o Deputado Claudio Cajado, que transformou um Projeto de Lei excelente em um novo estatuto do desarmamento - em muitos pontos pior que o atual.
A nós, cabe lutar contra este absurdo. Temos que exigir que o Deputado retire este relatório e atenda a vontade popular, que está manifestada no texto original do PL 3722/12 através do Deputado Rogério Peninha, e na inequívoca participação popular nas urnas em 2005, na enquete na câmara dos deputados e nos canais de contato da casa.
E agora? o que fazer?
É importante manifestar a sua opinião sobre este fato. Para isso, entre em contato com o Deputado Cláudio Cajado através dos seguintes canais:
Não se omita! Não deixe de manifestar sua opinião! Você é peçafundamental da Campanha do Armamento e sem seu apoio, nada mudará.
................................................................
O Defesa.org é preocupado com a sua privacidade e não envia e-mails sem a sua autorização. Caso não queira mais receber os e-mails do Defesa.org, clique no link a seguir: http://www.defesa.org/associados/unsub.php

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FUNÇÕES DO SETOR PÚBLICO

ALGUMAS QUESTÕES SOBRE SEGURANÇA PRIVADA

CONCEITOS: CAPITALISMO, SOCIALISMO, COMUNISMO E ANARQUISMO