Em Portugal houveram 186 vítimas de crime nas escolas nos últimos sete anos


Quase 190 crianças e jovens foram vítimas de crimes na escola, nos últimos sete anos, sendo a maioria constituída por raparigas, entre os 11 e os 17 anos, revelou hoje a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV).

Os dados da APAV indicam que, entre 2005 e 2011, estes crimes ocorridos na escola aumentaram 289 por cento (%), tendo passado de nove casos, em 2005, para 35, em 2011. No total foram registados 186 crimes.

Já entre 2000 e 2011, a Associação de Apoio à Vítima (APAV) registou um total de 7.387 processos de apoio a crianças e jovens vítimas de crime e de violência, que se traduziram num total de 11.261 factos criminosos.
A violência doméstica foi o crime mais reportado (85,7 por cento), seguindo-se os "crimes contra as pessoas" (12,8%), "crimes contra o património" (0,7%), "outros crimes" (0,5%) e "crimes contra a vida em sociedade e o Estado (0,2%).
Nesse período, a associação registou um aumento processual de 167,2% (mais 459 processos de apoio), tendo sido as raparigas quem mais recorreu aos serviços da APAV, totalizando 4.477.
A evolução do número de vítimas ao longo deste período é "bastante irregular". Nas raparigas aumentou entre 2000 e 2002, 2005 e 2008 e entre 2010 e 2011, atingindo o maior número de casos em 2011, com 472 vítimas.
Nos rapazes, aumentou entre 2000 e 2003, 2005 e 2008 e entre 2010 e 2011, atingindo, mais uma vez, o maior número de casos em 2011 com 404 vítimas.
Relativamente às idades, em cerca de metade das situações, as vítimas tinham idades entre os 11 e os 17 anos. A evolução do número de casos de vítimas menores foi oscilando ao longo dos vários anos em análise, atingindo o seu valor mais elevado em 2011.
De 2000 para 2011, verificou-se um acréscimo de 555 casos (cerca de 167%). Um aumento também bastante significativo diz respeito à transição entre 2010 e 2011, com mais 304 casos (52,1%).
O total de crimes sexuais praticados contra crianças e jovens, naquele período, atingiu os 1.275, sendo o "abuso sexual", no contexto da violência doméstica, o que registou o maior número de casos.
O maior número de vítimas foi atingido em 2003 com 174 casos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FUNÇÕES DO SETOR PÚBLICO

CONCEITOS: CAPITALISMO, SOCIALISMO, COMUNISMO E ANARQUISMO

ALGUMAS QUESTÕES SOBRE SEGURANÇA PRIVADA