MOTOS QUE ESTARÃO RODANDO NO BRASIL EM 2011

Material do site webmotors
Texto: Arthur Caldeira / Infomoto
Fotos: Divulgação







(18-01-11) - Mal começou o ano e novos modelos de motocicletas já estão nas ruas. A Honda iniciou 2011 acelerando fundo: apresentou a Shadow 750 com espírito renovado; uma nova carenagem da Titan 150 e a Biz 125 com tecnologia flex. E com o crescimento da economia e das vendas de motos, este ano ainda promete muitos outros lançamentos para agitar o mercado.
Entre as novidades, selecionamos dez motocicletas que devem desembarcar no Brasil neste ano e merecem atenção especial daqueles apaixonados por duas rodas. Confira.

Honda VFR 1200F
A sport-touring impacta primeiramente pelo seu design futurista e já fez sua estréia no Salão do Automóvel 2010. A Honda não confirma, mas tudo indica que a VFR 1200F deve desembarcar no Brasil no segundo semestre deste ano. Equipado com um motor de quatro cilindros em “V”, com 1.273 cm³ de capacidade, a principal qualidade do propulsor é o torque disponível: mais de 13 kgf.m a 8.750 rpm, sem falar no desempenho esportivo dos 172 cv a 10.500 rpm. Comercializada em uma versão com câmbio manual, a grande novidade da VFR 1200F é mesmo o câmbio automático, com duas embreagens, o primeiro desse tipo a equipar uma motocicleta.

Yamaha Super Ténéré XT1200Z
A lendária big-trail japonesa renasceu em 2010 e não são poucos seus fãs brasileiros que a aguardam ansiosamente. Apesar de sua irmã menor, a XT660Z Ténéré, já ter até sido flagrada rodando no Brasil, deve ser mesmo a “Super” que vai chegar primeiro por aqui. Muitos motociclistas vão querer provar as qualidades aventureiras desta Yamaha, como tanque de 23 litros, ciclística reforçada e também acelerar o motor de dois cilindros paralelos e 1.200 cc. Sem falar na eletrônica embarcada como controle de tração, freios ABS e gerenciamento do motor. A grande dúvida é: será a nova Super Ténéré 1200 é uma rival à altura da BMW R 1200 GS? Tudo indica que a resposta virá ainda neste primeiro semestre.

Kawasaki ZX-10R
Uma das esportivas de 1.000 cc mais adoradas de todo o mundo, a Kawasaki Ninja ZX-10R está completamente nova para 2011. Tudo com a promessa de oferecer 200 cavalos de potência máxima – o que se confirmado será a esportiva mais potente do mundo. Além do propulsor de quatro cilindros em linha, 998 cc, a Kawa equipou a Ninja 1000 com muita eletrônica. A ZX-10R 2011 terá um inédito sistema de controle de tração projetado para o uso em circuitos. Assim como os freios com ABS, também voltados para o uso esportivo. Se seguir a mesma estratégia do modelo 2010, que chegou rapidamente ao País, a Kawasaki deve lançar em breve essa nova Ninja no Brasil. Somente um problema nas molas das válvulas, que gerou um recall das primeiras unidades no exterior, pode atrasar a chegada da ZX-10. Mas aposto que até dezembro ela já estará acelerando em nossas pistas.

Ducati Multistrada 1200
Outra big-trail que pode ajudar sua viagem até a Patagônia a sair do papel, a Ducati Multistrada 1200 foi mostrada no Salão da Motocicleta e deve começar a ser comercializada em breve. Além de um potente motor V2 de 1200 cc, a big-trail italiana chega com um pacote eletrônico como ajuste eletrônico de suspensão, controle de tração e freios ABS. Sem falar em um moderno sistema de modos de pilotagem que faz dessa Multistrada uma moto 4 em 1. Pelo sucesso que tem feito na Europa, essa italiana deve conquistar também muitos motociclistas brasileiros.

BMW K 1600 GTL
Essa grã turismo alemãs já deu as caras no último Salão do Automóvel. Tudo indica que ainda neste primeiro semestre a K 1600 GLT equipada com motor de seis cilindros em linha, 1.649 cm³ de capacidade, vai desembarcar por aqui. Os mototuristas que puderem pagar os R$ 106 mil terão o prazer de curtir os 160 cavalos de potência máxima a 7.500 rpm e 17,8 kgf.m de torque máximo a 5.500 rpm. Como é de praxe nos modelos da marca alemã, a K1600 GTL terá muita tecnologia embarcada. A começar pelo farol direcional que se ajustará de acordo com o peso da moto – piloto, garupa e bagagem – e que também acompanhará a trajetória da motocicleta em curvas. Um sistema de segurança até então inédito em motos.

Harley-Davidson Forty-Eight
Com o anúncio de que o Grupo Izzo e a Harley-Davidson Motorcycles chegaram a um acordo depois do imbróglio judicial que atrapalhou os lançamentos da marca no Brasil em 2010, os fãs (e são muitos) aguardam ansiosamente por novidades. Bem que a primeira delas poderia ser a bela Forty-Eight (48), integrante da família Sportster e equipada com o motor Evolution de 1.200 cc. Com clara inspiração na escola hot-rod – veículos das décadas de 30 e 40 com rodas mais largas – a Forty-Eight traz um largo pneu de 130 mm na dianteira e de 150 mm na traseira. Tem ainda paralamas “cortados”, ou seja, mais curtos que os usados nos outros modelos da linha Sportster. Além de reviver o estilo hot-rod, a Forty-Eight traz de volta o lendário tanque “peanut” (amendoim) que equipava os modelos mais antigos da família. Com vocação urbana, agradaria aqueles que querem uma moto urbana para rodar com estilo na cidade.

Bimota DB8
Apesar da exclusividade da marca, a Bimota lançou no exterior em 2010 a DB8 para ganhar volume de vendas. O modelo biposto equipado com motor Ducati de 170 cavalos abdicou das peças de fibra de carbono e titânio e adotou o alumínio e plástico na confecção de sua nova roupagem para ficar “um pouco” mais acessível. Lá fora custa 20.000 euros, mais de 10% a menos que outros modelos da fábrica. Com materiais menos nobres, porém com a mesma alma esportiva, a DB8 seria um ótimo lançamento para os fãs de motos esportivas em 2011 no Brasil.

Yamaha FZ8
A naked FZ8 substituiu a linha FZ6 na Europa, posicionando-se como esportivas de média cilindrada com especificações mais top de linha e motor mais potente. Deixando a linha XJ6, à venda Brasil, como opção mais acessível aos motociclistas. Há rumores de que a marca dos diapasões traga a FZ8 para enfrentar a Honda Hornet e a Kawa Z 750. Os motociclistas esperam que sejam verdadeiros. Afinal, a FZ8 traz um novo motor de 779 cm³ com quatro cilindros em linha, duplo comando de válvulas no cabeçote (DOHC) e refrigeração líquida, capaz de produzir 106 cv de potência máxima a 10.000 rpm. Seria mais uma opção no concorrido segmento de motos naked de média cilindrada.

Honda Transalp XL700V
Também mostrada no Salão do Automóvel de 2010, a topa tudo Honda XL 700V Transalp já foi confirmada como um dos lançamentos deste ano. Veterana no mercado europeu, a Transalp 700 traz motor bicilíndrico em “V” de 680,2 cm³ de capacidade, refrigerado à água e com sistema de injeção PGM-FI. Gera 60 cv a 7 750 rpm e 6,12 kgf.m a 5 500 rpm. Versátil e pronto para encarar qualquer estrada, a Transalp é o sonho de qualquer motociclista que procura mais opções no segmento, além da Yamaha XT 660R e da BMW G 650 GS. Com tanque de combustível de 17,5 litros e parabrisa, a Transalp tem uma proposta mais aventureira que as concorrentes.

KTM Duke 125
Apesar de sua baixa capacidade cúbica, a KTM Duke 125 figura nesta lista porque o modelo deve ser o primeiro da fábrica austríaca montado no Brasil. Recentemente, a empresa emitiu um comunicado oficial confirmando que vai assumir o controle das operações no País, até então nas mãos de um distribuidor oficial e exclusivo. Lançada no Intermot 2010, a KTM Duke 125 quer atrair os jovens consumidores para a marca laranja.
Equipada com um motor de um cilindro e 124,7 cm³ de capacidade, a Duke 125 tem refrigeração líquida e injeção eletrônica Bosch para produzir 15 cavalos a 10.500 rpm. Além de ser mais uma opção para quem quer começar no mundo das motos, a Duke 125 vai marcar a estreia de mais uma montadora de motocicletas no Brasil.

Gosta de motos mais esportivas que a Shadow?

Então veja no site da WebMotors as ofertas de motos com esse estilo:

Ducati 1098

Ducati 999

Honda 1000 RR Fireblade 

Kawasaki ZX Ninja Yamaha YZF R1 

Suzuki 1300R Hayabusa 

Leia também:

Suzuki GSX 1300R Hayabusa

Rodamos com a MV Agusta Brutale 910S

Suzuki B-King 1300: veja como anda a moto do ano de 2008

Ducati Monster 1100, uma big naked italiana 

Nova Yamaha YZF-R1 2009 utiliza DNA de MotoGP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FUNÇÕES DO SETOR PÚBLICO

CONCEITOS: CAPITALISMO, SOCIALISMO, COMUNISMO E ANARQUISMO

ALGUMAS QUESTÕES SOBRE SEGURANÇA PRIVADA